Maternar e Paternar

5 lições sobre maternidade para compartilhar com uma grávida

Não sei vocês, mas todas as vezes que eu* vejo uma gestante tenho vontade de entregar a ela uma cartilha com algumas coisas que aprendi depois de me tornar mãe. Já que soaria meio invasivo, resolvi escrever este post com 5 lições sobre maternidade. Espero que ele ajude várias grávidas por aí!

Minhas principais lições sobre maternidade são:

  • 1) nada está sob controle

Primeiramente, saiba que é difícil controlar tudo. Chove no dia do chá de bebê, um exame não ficou pronto a tempo da consulta, o parto normal pode virar cesárea, o bebê não consegue mamar, a vovó não conseguiu vir ajudar nos primeiros dias… mais cedo ou mais tarde a gente aprende que as coisas funcionam de maneira diferente com a maternidade. Ter consciência disso é libertador!

  • 2) o tempo não é mais só seu

O bebê vai nascer no tempo dele (antes ou depois do que você esperava), você tem um compromisso e ele vai dormir bem na hora, vai querer mamar na hora que você tinha marcado para fazer unha… essas coisas acontecem duas, três, quatro vezes ao dia! Por isso é importante lembrar que agora o tempo não é mais seu.

  • 3) cocô é bom

Acredite: você vai  comemorar quando o bebê fizer cocô! E quando menos esperar estará especialista em texturas, cores e cheiros de cocô. Mas é uma questão muito natural, o bem estar do seu bebê depende de quantos cocôs ele fez no dia!

Nesse sentido as fraldas ecológicas são uma excelente opção. Elas ajudam a ter uma maior percepção do ritmo biológico do bebê.

lições sobre maternidade
  • 4) ouça seu bebê

Sim eu sei, ele ainda não fala! Mas ele tem muito a dizer, sabia? A rotina não está funcionando? Preste atenção às preferências dele. Ele não se interessou na brincadeira? Será que nessa hora ele não estava com sono? A papinha não foi aceita? Então quem sabe dar a fruta inteira ou uma colher para ela comer sozinha? Confie no seu bebê, ele vai dar um jeito de te dizer!

  • 5) esqueça a expectativa, viva a realidade!

A princípio, achamos que tudo será perfeito. Contudo o bebê vai dormir na hora que as visitas chegarem, ele vai chorar durante todo o smash the cake, ele vai brincar só 1 minuto com o super brinquedo que você armou… A expectativa é uma foto de praia no cartão postal; a realidade é a areia da praia no dia 1º de janeiro! Quando, por fim, esquecemos a expectativa, conseguimos desfrutar muito mais do que a realidade apresenta!

Tem mais algum ensinamento que você aprendeu e gostaria de repassar para uma grávida? Conte pra gente!

*Por Denise Ferreira

COMPARTILHAR

conteúdo por

Post anterior
Aromaterapia: aliada na gestação, parto e pós-parto
Próximo post
O passado está presente: como a infância influencia nossa criação?

Leia também